RT Clarion - шаблон joomla Форекс
Domingo, Fevereiro 14, 2016

Apresentação

A Fundação Viver Produzir e Preservar, é uma organização sem fins lucrativos, situada na Região da Transamazônica, com sede no município de Altamira, Oeste do Estado do Pará; foi fundada em 1991 pela iniciativa das organizações camponesas, movimentos pastorais e populares urbanos e de educadores da Rodovia Transamazônica e do Rio Xingu, mas sua atuação enquanto movimento social organizado ocorre desde a primeira metade da década de 80 do século passado, após o abandono do projeto de colonização da região pelo governo federal. 
Sua atuação inicial contou com o apoio de movimentos pastorais das Comunidades Eclesiais de Bases da Igreja Católica, movimentos políticos e sociais que lutavam pela redemocratização do país, sendo que sua atuação social e política estavam em sintonia com os demais movimentos de organização social que eclodiam no Brasil e na América Latina.

Leia mais

FVPP faz balanço de Projetos Executados na Região

A Fundação Viver Produzir e Preservar comemora o sucesso dos projetos executados pela instituição que preza pelo compromisso de oferecer ideias sustentáveis que tragam desenvolvimento ao povo da Transamazônica e Xingu de forma transparente. Incentivando o fomento da agricultura familiar e sua verticalização, à regularização fundiária e ambiental, o fortalecimento da comunicação comunitária, à formação do filho do agricultor, através das Casas Familiares Rurais, á inclusão digital dos moradores do campo e da cidade. Á valorização da mulher e a garantia dos direitos das crianças e adolescentes. Estimulando ainda o desenvolvimento econômico das áreas ribeirinhas.

Leia mais...

FVPP é eleita para integrar o colegiado do CODETER

A fundação Viver Produzir e Preservar foi eleita por unanimidade. O mandato dentro colegiado de Desenvolvimento Territorial da Transamazônica será de dois anos, podendo ser renovado. A eleição para os delegados e suplentes aconteceu durante a 2a Conferência Territorial de Assistência Técnica e Extensão Rural da Transamazônica, em Altamira, na sede do SIRALTA que traz o seguinte tema: Ater, agroecologia e os alimentos saudáveis.
Os escolhidos, nesta eleição, vão representar o território na Conferência Estadual De ATER.
O Colegiado de Desenvolvimento Territorial da Transamazônica tem a missão de fazer articulações políticas e sociais para que as cidades da região sejam beneficiadas com projetos sustentáveis que tragam renda e uma melhor qualidade de vida para o campo através do programa territorial da cidadania do governo federal.

Leia mais...

Agricultores de Anapu continuam cobrando a retomada do Programa Luz Para Todos.

Os agricultores de Anapu continuam cobrando a retomada do Programa Luz Para Todos na comunidade Rio das Pedras, Travessão Flamingo Sul, Gleba Bacajá. Eles reuniram-se  com o representante da casa de governo, Avelino Ganzer, com os representantes da Celpa Equatorial, com o coordenador do Programa Luz Para Todos no Pará e com o chefe local do INCRA, Danilo Hoodson, todos buscam alternativas para que as ligações elétricas continuem na área rural. Já que foram interrompidas por interdito proibitório, requerido por um fazendeiro que está em uma área sub judice.

Leia mais...

Agricultores de Anapu Ocupam Sede do INCRA em Altamira.

 Agricultores do município de Anapu ocuparam a sede do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária em Altamira na última terça feira (10/11). Os mais de 50 trabalhadores rurais da comunidade Rio das Pedras, lote 86 e 97 da gleba Bacajá, Travessão do Flamingo Sul, exigem a regularização fundiária da área, que está definida para reforma agrária. Os agricultores também cobram a retomada do Programa Luz Para Todos, as ligações foram interrompidas, ainda segundo os manifestantes, pelo impasse do INCRA que ainda não resolveu a situação de uma fazenda sub judice. O dono da propriedade entrou com interdito proibitório impedindo que mais de 100 famílias sejam beneficiadas com o programa do governo Federal.

Leia mais...

Pagina 1 de 8